Modalidade: Gravado 
MEDIÇÃO DE VAZÃO

OBJETIVO

Este curso tem como objetivo apresentar aos participantes as origens, conceitos básicos e os principais aspectos técnicos e econômicos da medição de vazão a serem consideradas para projetos e sua implantação em plantas industriais e a aplicação dos instrumentos e dispositivos sensores e noções básicas das malhas de controle.
 

PÚBLICO ALVO

O curso destina-se a profissionais de nível médio, técnico ou superior ligados as áreas da instrumentação, automação, manutenção, projetos, operação, relativos à medição e controle de vazão.

RESULTADOS ESPERADOS

.

Ao final do curso o aluno deverá entender o funcionamento da tecnologia de medição, avaliar e selecionar, especificar e aplicar os principais tipos de sensores, medidores e transmissores e os acessórios apropriados, as normas e os requisitos para implantação de medição de vazão, terá noções básicas sobre os principais medidores do mercado de instrumentação de medição de vazão.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Introdução à Instrumentação
Medição de Vazão: 

  • Introdução, 

  • Definições, 

  • Conceitos físicos e 

  • Tipos de escoamento

Tubulações Industriais: 

  • Escoamento de gases, 

  • Vapores, ar comprimido e gases combustíveis, 

  • Bombas 

Medidores de vazão: 

  • Tipos e características, 

  • Medidores por perda de carga variável

  1. Tubo Pitot, Annubar,

  2. Tubo Venturi, 

  3. Tubo de Dall, 

  4. Placa de orifício, tipos de placas e tipos de tomadas, 

  5. Dimensionamento de placa de orifício, 

  6. Fórmulas de cálculos (líquido, gás, vapor), 

  7. Bocal de vazão, 

  • Transmissores de pressão diferencial, 

  • Extrator de raiz quadrada, integrador, 

  • Precisão, 

  • Meter run, 

  • Rotâmetros, 

  • Medidores de deslocamento positivo

  1. Disco mutante,

  2. Medidores rotativos, 

  3. Turbina, etc..,

  • Medidores especiais

  1. Eletromagnético,

  2. Ultrassom, 

  3. Vórtex; 

  4. Medição em canal aberto, 

  5. Medição em esteiras transportadoras), 

  6. Medidor mássico Coriolis,

  • Seeção de medidores, critérios de instalação.

  • Invólucros: graus de proteção e tipos de proteção para atmosferas explosivas

Normas aplicáveis em instrumentação
Simbologia de instrumentação (Norma ISA 5.1)
Folhas de dados de processo: definições e terminologia, folhas de vazão 
Referências bibliográficas

                       

 

​METODOLOGIA

 

Recursos Adicionais:

  • Exercícios – Ao final de cada modulo.

  • Material didático: apostila em PDF

    • ​Apostila em PDF

Encerramento do curso

  • Prova final;

  • Certificado digital em conformidade com o decreto 5.154 de 23 de julho 2004.

 

CARGA HORÁRIA

16 Horas Aula

 

PROFESSOR

 

Antonio Mazzuco – Engenheiro de Instrumentação, Automação e Segurança do Trabalho, MBA em Gestão Empresarial (FGV), Engenheiro Eletricista Eletrônico pela FEI. Carreira industrial em empresa química multinacional de grande porte. 30 anos de experiência em manutenção, projetos e engenharia, montagens, testes, comissionamento, start-up e operação assistida de sistemas de instrumentação, automação (CLP, SDCD, SCADA, SIS), elétrica, segurança de processo e do trabalho de plantas químicas.  Gerente Técnico de Engenharia de Automação e Elétrica, na Engenharia América Latina. Especialista em Segurança de Processo, Confiabilidade, Sistemas Instrumentados de Segurança (SIS) e Avaliação de Nível de Integridade de Segurança (SIL), NR-12 Segurança no trabalho com máquinas e equipamentos, CMSE® Certified Machinery Safety Expert (TÜV Nord). Consultor independente na AMF Consultoria em Engenharia, Automação e Segurança do Trabalho e consultor especialista na DNV-GL. 

COORDENADOR

Marcílio Antônio Viana Pongitori – Mestrado em Engenharia Mecânica pela Unicamp 2016, Engenheiro Químico pela Universidade Mackenzie 1981, Técnico Nuclear pelo IPEN 1976, participou de vários cursos em Instrumentação e Sistemas de Automação. Atualmente é Diretor da Dynamis Automação e Cursos Ltda., prestando consultoria em projetos e treinamentos em automação.  Atuou como Professor da cadeira de Automação das Faculdades Integradas Einstein de Limeira – Fiel. Exerceu os cargos de engenheiro, gerente e diretor atuando em projetos de automação de processos industriais em empresas como: EPC Automação, Total Engenharia, CTMain Engenheiros, Atan Accenture, Siemens, Chemtech, Honneywell, Foxboro Brasileira de Instrumentação (atual Schneider Electric), Yokogawa e Promon Eletrônica. 
Desenvolve atividades como voluntário na ISA – International Society of Automation desde 1989. Como Membro Sênior atualmente é o Student Section Liaison do Distrito 4 e Diretor de Treinamento 2018/19 da ISA Campinas Section.
 
 

INVESTIMENTO

 

Valor por aluno

Sob consulta, e-mail: treinamento@dynamiscursos.com.br