PROJETOS DE INSTRUMENTAÇÃO

As plantas industriais envolvem a necessidade de diferentes especialidades na área de engenharia para sua implantação, operação e gerenciamento. Os projetos destas indústrias necessitam, entre outros, de profissionais de instrumentação e automação com conhecimentos sobre os mais diversos tipos de instrumentos e sistemas de controle de processos, suas características construtivas e como e quando estes equipamentos devem ser aplicados nas plantas industriais.

Quando falamos em especificação destes instrumentos e sistemas de controle é necessária uma lista extensa de documentos que detalhem suas características físicas, funcionalidades, requisitos de processos, atendimento a normas/legislação, permitindo sua correta instalação e manutenção nas plantas industriais. Os profissionais envolvidos além dos conhecimentos técnicos precisam estar atualizados sobre os produtos existentes no mercado nacional e internacional, ter sólidos conhecimentos de dimensionamento, relacionamento com equipes das demais disciplinas do projeto e administração de tempo e da cronologia das tarefas envolvidas. 

 

OBJETIVO

 

Fornecer aos participantes uma visão completa sobre as premissas, o desenvolvimento e a cronologia para elaboração de um projeto de instrumentação. Apresentando os critérios, normas, documentos, recomendações e cuidados a serem observados durante as suas várias etapas.

 

PÚBLICO ALVO

 

Engenheiros, Técnicos e Projetistas que necessitem atualizar (e/ou desenvolver) seus conhecimentos para elaboração de projetos de instrumentação e automação.

 

RESULTADOS ESPERADOS

 

Oferecer ao treinando um conhecimento amplo e estruturado para o desenvolvimento e gerenciamento da documentação pertinente as atividades de projeto de instrumentação e automação.

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

1. Os profissionais de projeto no mercado de trabalho

 

2. Competências dos profissionais de projetos de Instrumentação e Automação

 

3. Fases dos empreendimentos industriais

3.1 Estudo conceitual;

3.2 Projeto básico;

3.3 Projeto executivo.

 

4. Normas - Simbologia ANSI/ISA 5.1 -2009

4.1 Identificação de instrumentos (tags);

4.2 Simbologia em fluxogramas de engenharia (P&ID).

 

5. Documentos de referência

5.1 Critérios de projeto de instrumentação;

5.2 Critérios de projeto de automação / redes de campo;

5.3 Especificação de materiais de tubulação;

5.4 Memorial descritivo de processo;

5.5 Relatório do Hazop;

5.6 Dados de processo para instrumentos;

5.7 Índice de linhas de tubulação;

5.8 Planta de classificação de áreas.

 

6. Documentos de apoio ao projeto

6.1 Cronograma;

6.2 Lista de documentos;

6.3 Lista de pendências.

 

7. Documentos de engenharia de instrumentação / automação

7.1 Arquitetura de sistema de controle;

7.2 Lista de instrumentos;

7.3 Lista de entradas e saídas;

7.4 Lista de cargas elétricas de instrumentação;

7.5 Lista de pontos de ajuste;

7.6 Folha de dados de instrumentos;

7.7 Parecer técnico de fornecedores;

7.8 Especificação técnica;

7.9 Memorial de cálculo – consumo de ar comprimido para instrumentos;

7.10 Memorial de cálculo – elementos deprimogênios, válvulas de controle, válvulas de segurança/alívio, válvulas reguladoras de pressão e poços termométricos;

7.11 Memorial de cálculo de redes – tempo de acesso, queda de tensão;

7.12 Diagrama de causa e efeito;

7.13 Diagrama de controle de processo;

7.14 Diagrama lógico de intertravamento.

 

8. Documentos de detalhamento de instrumentação / automação

8.1 Diagrama de malhas;

8.2 Diagrama de segmentos de rede;

8.3 Diagrama de interligação;

8.4 Plantas de instrumentação (locação de instrumentos, encaminhamento elétrico e pneumático);

8.5 Detalhes típicos de instalação (processo, elétrico, pneumático, suporte);

8.6 Listas de cabos;

8.7 Listas de materiais;

8.8 Requisição de materiais.

 

9. Demais atividades relacionadas

9.1 Verificação de documentos do projeto e de fornecedores;

9.2 Modelamento 3D;

9.3 Interface com as demais disciplinas.

 

METODOLOGIA

 

Recursos Adicionais:

  • Exercícios, ao final de cada modulo;

  • Analise de fluxogramas;

  • Preenchimento das folhas de especificação;

  • Preenchimento de documentos técnicos;

  • Apresentação de filmes.

 

Bibliografia auxiliar:

  • Apostila;

  • Normas;

  • Catálogos de fornecedores;

  • Manuais técnicos.

Encerramento do curso

  • Prova final;

  • Avaliação do curso.

CARGA HORÁRIA

40 Horas Aula

 

  • Segunda a sexta-feira

  • Horário: 08:00 às 17:30 horas - 8 (oito) horas/aula diárias.

  • 2 intervalos de 15 minutos para Coffe Break

  • 1 intervalo para almoço (1 hora) 

 

NÚMERO DE ALUNOS

 

  • Turmas de no mínimo 08 e no máximo de 14 participantes, para um bom aproveitamento do curso.

  • No caso de não atingirmos o número suficiente de inscritos, a Dynamis tem o direito de cancelar, alterar/prorrogar a data de realização do mesmo, restituindo integralmente o valor pago caso o participante escolher em não participar do curso. 

 

PROFESSOR

 

Marcílio Antônio Viana Pongitori: Mestrando em Engenharia Mecânica - Unicamp, Engenheiro Petroquímico - graduado pela Universidade Mackenzie 1982 – Extensão em Projetos de Instrumentação - Universidade Mackenzie 1983, Técnico Nuclear - IPEN 1976, formação em diversos cursos de Instrumentação e Automação, certificado em Safety Instrumented Systems Overview and Awareness pela KenexisTM, em IC34 - IACS Cybersecurity Design & Implementation e IC37 – IACS Cybersecurity Operations & Maintenace pela ISA. Experiência como técnico, engenheiro, gerente e diretor, trabalhando em projetos de automação de processos industriais em empresas de alta tecnologia. Atualmente desenvolve projetos de engenharia e consultoria em implementação de PDAI, SIL, SIS, Indústria 4.0 pela Dynamis Automação e Cursos Ltda. Realiza palestras, conferências e aulas sobre Instrumentação / Automação. É Membro Sênior na ISA – Internacional Society of Automation e presta trabalho voluntário como Diretor de Treinamento da ISA Campinas Section.

INVESTIMENTO

 

Valor por aluno

Sob consulta, e-mail: treinamento@dynamiscursos.com.br

 

Condições de pagamento

  • A vista antecipada, com 5% de desconto por meio de boleto bancário, contra apresentação de Nota Fiscal de Serviços após a quitação do mesmo

  • Parcelado em até 06 vezes no boleto bancario, contra apresentação de Nota Fiscal de Serviços após a quitação do mesmo

  • Alunos que se interessarem por inscrição em mais de um curso Dynamis tem desconto de 10% no curso de menor valor

  • Empresas que inscreverem mais de um aluno nos cursos Dynamis tem desconto de 10% no curso de menor valor

  • O valor pago não será reembolsado no caso da ausência do aluno. Apenas, se esta ausência for comunicada com no mínimo 10 dias de antecedência

  • Caso este curso seja cancelado pela Dynamis, hipótese em que fica garantida a empresa e ou aluno a devolução do valor integral já pago.

Dynamis Automação e Cursos Ltda.

Rua Uruguaiana, 1030 - Conj. 52, Bosque

Campinas - SP | CEP 13026-907