CURSO BÁSICO DE INSTRUMENTAÇÃO

OBJETIVO

 

Este curso tem como objetivo proporcionar conhecimento técnico necessário para transmitir os fundamentos de instrumentação e controle de processos, visando preparar profissionais com formação técnica para atuar no setor de projetos de instrumentação e automação.

 

PÚBLICO ALVO

 

Destina-se a profissionais, técnicos, tecnólogos e engenheiros que necessitem de uma maior formação em instrumentação e controle de processos para auxiliá-los no desenvolvimento de suas atividades e decisões, para atuarem em projetos de instrumentação e automação industrial e predial.

 

RESULTADOS ESPERADOS

 

Ao encerramento deste curso os participantes devem ter adquirido conhecimento sobre as técnicas de medição, os conceitos básicos de instrumentação, as tecnologias utilizadas em instrumentação e controle de processos, a simbologia aplicada e as Normas utilizadas.

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

1. Histórico

 

2. Visão Geral - Variáveis Medidas

2.1 Metrologia

2.2 Temperatura

2.3 Pressão

2.4 Vazão

2.5 Nível

2.6 Analítica

2.7 Instrumentos Complementares

2.8 Sistemas de Controle

 

3. Temperatura

3.1 Conceito

3.2 Temperatura e Calor – Definições

3.3 Efeitos termoelétricos

3.4 Sistema termal

3.5 Monovariável / Multivariável

3.6 Termômetros bimetálicos

3.7 Termopares

3.8 Termoresistências

3.9 Radiação

3.10 Escalas

3.11 Medidores de Temperatura

 

4. Pressão

4.1 Conceito

4.2 Leis da física/princípios

4.3 Unidades

4.4 Técnicas de medição

4.5 Tipos de medidores/dispositivos

4.5.1 Tipos de sensores

4.5.2 Manômetros (líquido/elástico/padrão/acessórios)

4.5.3 Transmissores (piezoelétricos/extensômetros/capacitivos)

4.5.4 Pressostatos

4.6 Especificações

4.7 Recomendações de uso

 

5. Nível

5.1 Conceito

5.2 Leis

5.3 Medição direta

5.4 Medição indireta

5.5 Medição de nível descontínuo

5.6 Tipos de medidores

5.6.1 Visor de nível

5.6.2 Flutuador

5.6.3 Borbulhador

5.6.4 Deslocador

5.6.5 Pressão diferencial

5.6.6 Capacitivo

5.6.7 Ultrassom

5.6.8 Radioativo

5.7 Medição de nível de sólidos

5.7.1 Extensomêtros

5.7.2 Células de carga

5.8 Instrumentos (transmissor/chave)

5.9 Recomendações de uso

 

6. Vazão

6.1 Conceito

6.2 Propriedades dos fluídos (líquidos / gases / vapor)

6.3 Características dos instrumentos de Medição

6.4 Medidores deprimogênios

6.5 Teoria

6.6 Placas de orifício

6.7 Bocais de vazão

6.8 Calhas

6.9 Vazão de rio

6.10 Tubos Venturi

6.11 Aerofólio

6.12 Tubo Pitot – 15 minutos

6.13 Medidores lineares

6.13.1 Medidor de área variável

6.13.2 Medidor de efeito Coriolis

6.13.3 Medidor magnético

6.13.4 Turbina

6.13.5 Sônico

6.13.6 Medidor térmico

6.13.7 Medidor de vórtice

6.14 Medidores volumétricos

6.14.1 Diafragma

6.14.2 Disco de nutação

6.14.3 Palhetas

6.14.4 Deslocamento positivo

6.15.5 Pistão oscilante

6.15.6 Rotor

 

7. Analítica

7.1 Conceito

7.2 Sistemas de amostragem

7.3 Cromatografia

7.4 Densidade

7.5 Medição de pH

7.6 Medição de ORP

7.7 Medição de condutividade

7.8 Medição de oxigênio

7.9 Medição de Turbidez

7.10 Espectrometria de massa

7.11 Medição colorimétrica

 

8. Instrumentos complementares

8.1 Vibração

8.1.1 Sensores de vibração

8.1.2 Transdutores

8.1.3 Medidores de frequência

8.1.4 Excitadores de vibração

8.2 Detectores de chama

8.3 Detectores de gases

8.4 Detectores de fumaça e incêndio

8.5 Sensores de posição

8.6 Sensores de velocidade

 

9. Elementos finais de controle

9.1 Atuadores e posicionadores

9.2 Inversores de frequência

9.3 Válvulas de controle

9.4 Válvulas on / off

9.5 Válvulas de segurança

9.6 Dampers

 

10. Sistemas de Medição

10.1 Monitoração

10.2 Controle

10.3 Intertravamento

10.4 Alarme

 

11. Sistemas de Controle

11.1 Tipos de Malha

11.1.1 Malha aberta / malha fechada

11.1.2 Direta / indireta

11.1.3 Liga – desliga

11.1.4 Ação proporcional ( P )

11.1.5 Ação integral ( I )

11.1.6 Ação P+ I

11.1.7 Ação Derivativa ( D )

11.1.8 Ação P + I + D

11.2 Malhas de controle

11.2.1 Realimentação

11.2.2 Controle em cascata

11.2.3 Controle de relação

11.2.4 Controle antecipatório

11.2.5 Controle “Feed Forward”

11.2.6 Controle “Split Range”

11.2.7 Sintonia de Malhas

 

12. Simbologia

12.1 Normas ISA 5.1 2009; Normas  ABNT 

12.2 Simbologia Aplicada a Fluxogramas

12.3 Identificação por Função

12.4 Identificação por Malha

12.5 Exercícios (identificação em P&N e localização de instrumentos)

 

METODOLOGIA

 

Recursos Adicionais:

  • Exercícios – Ao final de cada modulo;

  • Apresentação de empresas fornecedoras de instrumentos e sistemas de automação;

  • Apresentação de filmes.

 

Encerramento do curso

  • Prova final dos alunos;

  • Avaliação do curso;

  • Encerramento;

 

Bibliografia auxiliar

  • Apostilas;

  • Normas;

  • Catálogos de fornecedores;

  • Manuais técnicos.

 

CARGA HORÁRIA

40 Horas Aula

 

  • Segunda a sexta-feira

  • Horário: 08:00 às 17:30 horas - 8 (oito) horas/aula diárias.

  • 2 intervalos de 15 minutos para Coffee Break.

  • 1 intervalo para almoço (1 hora).

 

 

NÚMERO DE ALUNOS

 

  • Turmas de no mínimo 08 participantes e no máximo de 14, para um bom aproveitamento do curso.

  • No caso de não atingirmos o número suficiente de inscritos, a Dynamis tem o direito de cancelar, alterar/prorrogar a data de realização do mesmo, restituindo integralmente o valor pago caso o participante escolher em não participar da nova turma do curso.

 

PROFESSOR

 

Marcílio Antônio Viana Pongitori

Mestrando em Engenharia Mecânica pela Unicamp, Engenheiro Químico pela Universidade Mackenzie 1981, Técnico Nuclear pelo IPEN 1976, participou de vários cursos em Instrumentação e Sistemas de Automação. Atualmente é Sócio da empresa Shevat Engenharia e Treinamento, Diretor da Dynamis Automação e Cursos Ltda., prestando consultoria em projetos e treinamentos em automação. Atuou como Professor da cadeira de Automação das Faculdades Integradas Einstein de Limeira – Fiel. Exerceu os cargos de engenheiro, gerente e diretor atuando em projetos de automação de processos industriais nas empresas: EPC Automação, Total Engenharia, CTMain Engenheiros, Atan Accenture, Siemens, Chemtech, Honeywell, Foxboro Brasileira de Instrumentação (atual Schneider Electric), Yokogawa e Promon Eletrônica. Desenvolve atividades como voluntário na ISA – International Society of Automation – Atualmente é o Presidente ISA Seção Campinas 2016/17 – Diretor de Treinamento 2015/16 do Distrito 4 para América do Sul, foi o Fundador e Presidente da ISA Seção Campinas no período de 2004/2005 e Presidente da ISA Seção São Paulo no período de 2002 a 2004.

 

INVESTIMENTO

 

Valor por aluno

Sob consulta, e-mail: treinamento@dynamiscursos.com.br

Condições de pagamento

  • A vista antecipada, com 5% de desconto por meio de boleto bancário, contra apresentação de Nota Fiscal de Serviços após a quitação do mesmo

  • Parcelado em até 06 vezes, por meio do PagSeguro até data do curso, contra apresentação de Nota Fiscal de Serviços após a quitação do mesmo

  • Alunos que se interessarem por inscrição em mais de um curso Dynamis tem desconto de 10% no curso de menor valor

  • Empresas que inscreverem mais de um aluno nos cursos Dynamis tem desconto de 10% no curso de menor valor

  • O valor pago não será reembolsado no caso da ausência do aluno. Apenas, se esta ausência for comunicada com no mínimo 10 dias de antecedência

  • Caso este curso seja cancelado pela Dynamis, hipótese em que fica garantida a empresa e ou aluno a devolução do valor integral já pago.

Dynamis Automação e Cursos Ltda.

Rua Uruguaiana, 1030 - Conj. 52, Bosque

Campinas - SP | CEP 13026-907